Rainbow Six Siege vai perder referências a sexo e morte para entrar no mercado asiático

Menções a jogos de azar também foram ceifadas do game no mundo inteiro.

Desde que lançou Rainbow Six Siege, no final de 2015, a Ubisoft tem feito constantes atualizações no jogo, incluindo novos operadores, mapas e medidas de balanceamento. Agora, o game vai ser lançado em vários países da Ásia, incluindo a China, e a companhia decidiu remover conteúdos de Siege que fazem referência a morte, sexo e jogos de azar.

De acordo a Ubisoft, as mudanças serão implementadas na próxima temporada do jogo e servem para deixar Rainbow Six Siege em conformidade com as regras desses países.

A Ubisoft promete que nada muda em termos de gameplay, mas algumas dessas alterações geraram bastante reclamação entre os fãs. O mapa mais alterado será Clubhouse. Entre as principais mudanças estão a saída de um neon de uma mulher nua, de todas as imagens que faziam referência a caveiras e de máquinas de jogos de azar.

Os ícones do jogo também foram afetados pela decisão. Até então, matar um adversário com uma faca era representado pelo próprio símbolo da arma. Agora, porém, a faca dá lugar a uma mão fechada, retratando um soco. Já o ícone da morte, que era representado por uma caveira, agora dá lugar a um boneco com um X marcado no peito. Veja a seguir todas as mudanças anunciadas até agora:

Nas redes sociais, muitos fãs reclamaram diretamente com a Ubisoft sobre as mudanças.

“Que tal fazer essas mudanças nos servidores asiáticos ou, em vez disso, nos dar a opção de habilitar ou desabilitar o conteúdo gráfico? Seria uma mudança muito melhor”, comentou um internauta no Twitter.

A empresa já descartou a possibilidade de lançar uma versão asiática de Rainbow Six Siege porque isso atrapalharia o desenvolvimento do jogo como um todo. Por isso, a remoção de conteúdos sensíveis será aplicada no mundo inteiro.

“Nenhuma mudança terá impacto no gameplay. Ao mantermos uma única build (versão do jogo), poderemos reduzir a duplicação de trabalho na parte do desenvolvimento. Isso permite que sejamos mais ágeis como um time de desenvolvimento e possamos lidar com problemas mais rapidamente” diz a Ubisoft em nota.

“Nós temos o compromisso de assegurar que a experiência com Rainbow Six Siege continua fiel às suas raízes. Estamos ajustando algumas artes e visuais, mas isso não compromete o jogo como vocês conhecem hoje”, acrescenta a companhia.

O que você achou da decisão da Ubi? Diz aí nos comentários.

Arquivado em:
eSports, PC, PlayStation 4, Xbox One

Tem uma sugestão de notícia? E-mail: sugestoes@gamespot.com.br

3 0
Ver comentários ()
Participe da Conversa