REVIEW

Forza Horizon 4 review — Além do horizonte

  • Data de Lançamento: 02/10/2018
  • Data do Review: 2 de outubro, 2018
  • PC, Xbox One

Chegou a estação da velocidade.

por Edmond Tran em 1 de outubro, 2018

traduzido por Bruno Araujo em 2 de outubro, 2018

Forza Horizon é uma série que habilmente sempre conseguiu equilibrar acessibilidade e complexidade. Ela abraça as mecânicas de pilotagem realísticas de Forza Motorsport, mas dispensa a natureza intimidante das corridas profissionais e da competição implacável. No lugar disso, usa localidades vibrantes e vibes positivas para ampliar e celebrar a alegria de dirigir – a vertigem da velocidade, a maravilha diante de lugares incríveis e o espetáculo dos carros brilhantes.

Forza Horizon 4 sustenta essa tradição. Mudanças significativas acrescentam recompensas interessantes de gameplay e melhoram o ritmo de progressão. E isso acomodado sobre as já receptivas opções de dificuldade, a pluralidade de veículos e um belíssimo mundo aberto abarrotado de atividades.

Com Horizon 4, a Playground Games continua a se superar na tarefa de transformar a direção virtual em algo empolgante, acessível e divertido que não sacrifica sua dose de complexidade.

O quarto mundo aberto de Horizon é uma versão do Reino Unido que aglutina regiões icônicas de Inglaterra, Escócia e País de Gales, criando um terreno fantástico para se explorar. As colinas do interior inglês deixam as corridas de cross country mais emocionantes. As Terras Altas da Escócia proporcionam rotas rodoviárias de tirar o fôlego. E as ruas uivantes e montanhosas da cidade de Edimburgo funcionam como uma localidade interessante para corridas de rua.

Mas a maior mudança em Horizon é a introdução de estações. A Grã-Bretanha de Horizon alterna entre verão, outono, inverno e primavera, e o clima de cada estação afeta o mundo de maneiras tangíveis. Essas alterações vão do óbvio, como poças d’água que congelam, ao quase imperceptível, como a mudança de temperatura afetando os pneus dos carros.

Mas as estações realmente exigem que você adapte tanto sua técnica como seu veículo, e isso produz uma dinâmica única. A pista de terra em que você pilota no verão fica pantanosa após as chuvas do outono, enquanto as estradas de asfalto se tornam mais escorregadias com a neve do inverno.

Nas primeiras horas de Horizon 4, as estações vão mudar após você completar um número de atividades. É uma troca rápida que revela como é necessário considerar e ajustar sua pilotagem. Após você completar o ciclo completo de estações, a implementação muda. Elas agora serão atreladas a um servidor online, sincronizado com todos os jogadores, que muda a cada sete dias.

As funcionalidades online têm uma ênfase maior em Horizon 4. Quando você estiver jogando sozinho, o game vai discretamente te conectar a uma sessão online com até outros 72 jogadores. Você pode formar um comboio com até 12 carros e competir em aventuras ranqueadas ou amistosas em troca de prêmios sazonais.

Mas é bem fácil se focar em jogar solo e no seu próprio ritmo. E você ainda pode ficar completamente offline para correr contra a inteligência artificial. Mas as funcionalidades online expandidas de Horizon 4 oferecem atividades valiosas que te encorajam a se conectar com outras pessoas. Corridas cabeça a cabeça são mais interessantes quando disputadas contra seres humanos. E as mudanças semanais no clima vêm acompanhadas de uma seleção de corridas e campeonatos de duração limitada e específicos de cada estação, bem como missões de desafio.

Horizon também conta com eventos públicos recorrentes chamados Forzathon ao Vivo, responsáveis por convocar os jogadores de uma sessão a se reunir e cooperar para atingir uma pontuação combinada em determinada atividade. Em caso de sucesso, você ganha dinheiro para gastar em uma loja exclusiva do Forzathon. Mas esses eventos ficam entediantes bem rápido já que você vai acabar rodando a mesma atividade – como uma única zona de drift ou placa de perigo –  repetidamente até que o grupo atinja a tal pontuação.

Mas a oportunidade perdida dos eventos Forzathon ao Vivo é um detalhe pequeno na gama completa e convidativa de atividades de Horizon. Independentemente de eventos online sazonais, há um vasto número de disciplinas veiculares para perseguir, sendo que a maioria delas permite uma maior flexibilidade na moldagem das corridas em torno do seu veículo de escolha – apesar de você precisar usar seus melhores carros para ir bem em desafios de velocidade e drift.

Agora você também pode criar suas próprias pistas personalizadas. E as perseguições mais criativas da série retornam como missões da história principal – com direito a cenas de dublês e homenagens bacanas a outros games de corrida – e as divertidas, apesar de altamente coreografadas, corridas de exibição contra aviões, trens e até os Warthogs da série Halo.

A progressão mudou em relação a Forza Horizon 3 e você não precisa mais expandir as bases do festival para revelar novas atividades. Ao invés disso, cada disciplina tem sua própria barra de progressão. Participar de um tipo específico de atividade, ganhando ou perdendo, vai eventualmente aumentar o nível daquela disciplina, dar recompensas e desbloquear mais disputas como aquela pelo mapa.

É um sistema empolgante e amigável que te leva aos cantos mais distantes do mapa com rapidez, faz você acreditar que sempre existe algo novo e interessante por perto e te recompensa independentemente do que você decidir fazer e como for seu desempenho.

Mesmo depois de horas e horas de jogo, Horizon 4 continua trazendo surpresas ao apresentar estilos totalmente novos de atividades, mantendo o ritmo de jogo sempre fresco.

Também rola a impressão de que uma recompensa está sempre ao seu alcance. Com métricas individuais para cada disciplina e uma barra de progressão geral, é comum estar a apenas duas corridas de ganhar algo novo por subir de nível. A máquina de slot também retorna, agora com uma variante que permite girá-la uma vez e ganhar três prêmios – e se tudo der certo, ela vai ficar isolada de qualquer transação com dinheiro do mundo real.

Horizon 4 também tem uma variedade maior de recompensas em potencial. O maior foco em interações online transforma a personalização do piloto em algo grande, e isso se traduz em centenas de roupas unissex, frases rápidas de bate-papo e emojis de dança. Isso significa que de vez em quando você vai ganhar um prêmio chato como um par de sapatos, mas o ritmo de compensação é tão estável que isso é insignificante. E os momentos raros em que você ganha um carro na faixa são muito mais satisfatórios.

Horizon 4 conta com 100 veículos a mais que seu antecessor, totalizando 450 no jogo base. Enquanto os entusiastas por carros japoneses definitivamente vão notar a ausência de modelos da Mitsubishi e da Toyota, a Volkswagen se manteve após Forza Motorsport 7, trazendo Fuscas, Kombis e Golfs. Isso sem contar novos veículos como caminhões de corrida.

Mais uma vez, Horizon conta com uma impressionante seleção de ajustes para entusiastas, bem como opções automáticas de melhorias e uma série de assistências de direção para aqueles que só pensam em acelerar e virar o volante.

Independentemente da forma como você dirige, os veículos têm peso, se comportam de maneira real, e agora cada um deles têm sua própria árvore de vantagens. Ganhar pontos de habilidade, seja dirigindo despreocupadamente ou com prudência, permite que você desbloqueie atributos bônus, ganhe pontos de influência ou até uma chance de girar a roleta de prêmios do jogo. Essa é uma grande mudança em relação à árvore global de habilidades de Horizon 3, pois ela te encoraja a escolher um veículo, conhecê-lo de perto e ter a vantagem de uma chance maior de recompensas.

Pontos de habilidade aparecem com frequência se você dirigir com o mínimo de competência. E você está livre para usar os pontos que ganhar em qualquer um dos seus veículos, o que faz da mudança de carros uma tarefa menos perigosa para sua progressão caso você tenha acumulado alguns pontos extra.

As vantagens globais de Horizon foram transferidas para outro setor, as propriedades, que entram no lugar das bases do festival como suas garagens e centros de personalização. Encontrar e comprar propriedades espalhadas pelo mapa é algo relativamente caro, mas as vantagens de algumas delas são realmente úteis. Fora que cada uma delas funcionam como valiosos pontos de viagem rápida pelo mapa.

Viagens rápidas, inclusive, custam dinheiro – pelo menos até você encontrar e destruir todas as 50 placas de viagem rápida. Mas Horizon 4 também executa outras melhorias muito bem-vindas em termos de acessibilidade e qualidade de vida, incluindo a habilidade de trocar de carros gratuitamente e a qualquer momento.

Em cada canto de Horizon 4 há um leque variado de atividades. E as mudanças significativas contribuem para dinâmicas inteligentes de direção e uma noção maior de conquista. Tudo que você faz em Horizon 4 é valioso, não importa se for grande ou pequeno.

São os arrepios básicos de acelerar um carro por uma estrada cravada no meio da montanha, o tempo gasto ajustando seu possante favorito para se preparar para as mudanças sazonais nas pistas ou as zoeiras online com amigos e estranhos. O charme da série Horizon é mais palpável do que nunca. E ele tem uma receita vencedora, inclusiva, que celebra a alegria de dirigir acima de todo o resto.

3 0
Ver comentários ()

Forza Horizon 4 / PC, Xbox One

Pontos Positivos
Mundo aberto visualmente estonteante e abarrotado de atividades.
Estações do ano criam mudanças tangíveis que valorizam suas recompensas.
Vasta seleção de modificadores de dificuldade cria uma experiência amplamente receptiva.
Enorme seleção de veículos que continua soberba: no visual e no controle.
Funcionalidades online criam a impressão de um mundo dinâmico.
Melhorias significativas aprimoram a acessibilidade e o ritmo do gameplay do jogo.
Pontos Negativos
Eventos Forzathon ao Vivo são entediantes.
9
Muito Bom
Participe da Conversa

Forza Horizon 4

  • Data de Lançamento: 2 de outubro, 2018
    • PC
    • Xbox One
    Desenvolvedora:
    Playground Games
    Publisher:
    Microsoft Studios
    Gênero(s):
    Corrida, Mundo Aberto, Simulação
    Sem Restrição