“Brolynho” anuncia aposentadoria do competitivo de Street Fighter

Jogador brasileiro conquistou 9 títulos e chegou ao top 10 mundial da Capcom Pro Tour.

Brasileiro com maior número de títulos na história da Capcom Pro Tour, Thomas “Brolynho” Proença anunciou nesta terça-feira (12) sua aposentadoria do cenário competitivo de Street Fighter.

O jogador anunciou a decisão no Twitter e disse que deixará de participar de competições oficiais para se dedicar aos estudos e à busca de um novo emprego.

“Apenas oficializando que me aposentei dos jogos de luta para estudar e buscar um outro emprego. Obrigado a todos que me apoiaram em Street Fighter IV, Street Fighter V e na vida real. Continuarei apoiando a cena local com o circuito Fight in Rio”, escreveu o jogador.

“Brolynho” alcançou diversas marcas expressivas para o cenário brasileiro nos jogos de luta. Em 2017, se tornou o brasileiro com melhor resultado na história da EVO em um torneio de Street Fighter ao alcançar a 25ª posição entre os mais de 2,6 mil competidores.

Naquela mesma temporada, “Brolynho” conquistou cinco títulos da Capcom Pro Tour, incluindo o Fight in Rio e o Treta Championship, maiores eventos de jogos de luta do Brasil; o Lima Salty 4, no Peru; e o Never Give Up, no Chile.

Ao todo, foram nove títulos da CPT entre 2016 e 2018.

LEIA TAMBÉM:

Batendo em gigantes

Além do 25º lugar na EVO, “Brolynho” ganhou destaque por ter derrotado alguns dos melhores jogadores de Street Fighter V do mundo ao longo da carreira.

Entre 2016 e 2017, o brasileiro venceu três vezes o sul-coreano Seonwoo “Infiltration” Lee, campeão da EVO 2016 e um dos melhores jogadores da modalidade.

Além das vitórias sobre “Infiltration”, “Brolynho” também derrotou nomes como Du “NuckeDu” Dang, campeão da Capcom Cup 2016, e Justin Wong, maior campeão da história da EVO.

Na Capcom Pro Tour, “Brolynho” também ocupou posições de destaque. Em 2016, o brasileiro terminou a temporada na 26ª posição, a melhor entre os jogadores da América Latina.

No ano seguinte, o jogador subiu oito posições no ranking mundial e terminou a temporada na 18ª colocação. Nas duas ocasiões, ele conseguiu uma vaga direta para a Capcom Cup, onde acabou eliminado na primeira fase

Em maio de 2018, “Brolynho” se tornou o primeiro jogador sul-americano a alcançar o top 10 no ranking mundial de Street Fighter V após conquistar o Latin America South One, torneio online da Capcom Pro Tour.

No fim da temporada, porém, o brasileiro terminou o ano na 35ª posição e não conseguiu vaga para a Capcom Cup pelo terceiro ano consecutivo.

Em entrevista ao GameSpot Brasil antes da EVO 2018, “Brolynho” fez críticas ao balanceamento de Street Fighter V e revelou que preferia conciliar a carreira de jogador à de geofísico.

Ele também disse que a instabilidade do cenário competitivo no Brasil era um dos principais obstáculos para a busca por melhores resultados a nível internacional.

“Temos vários ótimos jogadores, mas nossa cena competitiva seria muito mais forte se tivéssemos melhores condições. É uma área que está difícil de melhorar”, disse na ocasião.

Acompanhe o GameSpot Brasil no Facebook, Twitter, YouTube, Instagram e Twitch.

Arquivado em:
eSports, PC, PlayStation 4

Tem uma sugestão de notícia? E-mail: sugestoes@gamespot.com.br

6 0
Ver comentários ()
Participe da Conversa