Capitã Marvel: por que todos falam tanto do gato?

Goose até parece apenas um felino fofinho, mas filme mostrou novos perigos.

Capitã Marvel GooseSe você assistiu aos trailers e materiais de divulgação de Capitã Marvel, há uma boa chance de você já saber quem é Goose – ele é facilmente a maior nova estrela do Universo Cinematográfico da Marvel apesar de ser apenas, bem, um gato.

Goose até ganhou um poster próprio ao lado de Brie Larson e Samuel L. Jackson – nada mal para alguém que não sabe falar e não tem polegares opositores.

LEIA MAIS: 

Mas a verdade sobre Goose é, na realidade, um pouco mais estranha do que você pode imaginar. Claro, a internet adora gatos e o UCM não tem muitos animais novos desde que Rocket foi apresentado em Guardiões da Galáxia.

Mas Goose é muito mais do que você imagina. E muito, mas muito mais do que só um mascote de Carol Danvers.

ATENÇÃO: SPOILERS IMPORTANTES DE CAPITÃ MARVEL ABAIXO

Bem, Goose não é um gato qualquer. Na verdade, ele nem é um gato. Goose é um alienígena conhecido como Flerken, um nome engraçado para um monstro que é tudo menos engraçado.

Introduzidos em 2014 na edição #1 de Capitã Marvel, Flerkens são criaturas alienígenas perigosas similares aos gatos da Terra. No entanto, eles são máquinas monstruosas e mortais que procriam ao colocar 100 ovos por vez e podem correr o risco de infectar qualquer área que chamem de lar.

Eles possuem tentáculos em suas bocas, apetites vorazes e estômagos que contêm “dimensões de bolso” que fazem com que eles possam consumir coisas bem maiores que seus corpos sem o menor problema. De um jeito estranho, eles são quase como os infames Pingos de Star Trek – só que um pouco mais mortais e astutos.

Capitã Marvel GooseUma infestação Flerken pode ser mortal se deixada de lado, o que explica o comportamento bastante violento das pessoas que sabem o que elas são e encontram uma no caminho.

No filme, a confirmação sobre a identidade de Goose não acontece por causa de um ninho, mas como a arma secreta dos heróis. Ele usa os tentáculos de sua boca e suas dimensões de bolso não apenas para matar alguns soldados Kree, mas para transportar o Tesseract de volta para a Terra sem ser percebido.

A maior questão para o UCM é: pra começo de conversa, como Goose foi para na Terra? Ele não recebe nenhuma história de origem e aparece do nada na base do Projeto Pegasus enquanto Fury e Danvers trabalham para infiltrá-la.

A resposta mais simples e óbvia seria a que a própria Mar-Vell trouxe Goose consigo enquanto estava disfarçada na Terra, mas o que a criatura ficou fazendo por todo esse tempo desde a morte de Mar-Vell e o desaparecimento de Carol Danvers – se isso realmente tiver acontecido?

Protegendo o Tesseract? Roubando comida e se abrigando na SHIELD? E por que diabos Mar-Vell traria um Flerken para a Terra pra início de conversa? Quem realmente sabe?

É possível que essa não tenha sido a última aparição de Goose. Ele esteve na Terra por muito tempo sem ser supervisionado e a chance de existir um ninho Flerken em algum lugar da base do Projeto Pégasus é grande. Talvez eles já até tenham eclodido e existam centenas de humanos desavisados cuidando de alienígenas assustadores.

E se os Flerken forem a verdadeira força invasora? Abre o olho, Thanos, talvez haja um novo malvadão nas redondezas (provavelmente não, mas quem sabe).

Afinal de contas, eles são gatos com outras dimensões em seus estômagos, capazes de comer Jóias do Infinito e tossi-las como bolas de pêlo. Só eu que acho isso um pouquinho assustador?

Acompanhe o GameSpot Brasil no Facebook, Twitter, YouTube, Instagram e Twitch.

Arquivado em:
Cinema, Entretenimento

Tem uma sugestão de notícia? E-mail: sugestoes@gamespot.com.br

2 0
Ver comentários ()
Participe da Conversa