Death Stranding está criando um novo gênero, diz Kojima

Não seria a primeira vez que Kojima faz isso.

Ainda que Death Stranding tenha elementos modernos de game design, o que vimos até agora não parece encaixá-lo em um único gênero. E de acordo com o próprio Hideo Kojima, isso acontece porque Death Stranding é algo totalmente novo.

Kojima foi ao Twitter para explicar exatamente o que quis fazer com o exclusivo de PS4. Death Stranding é um jogo de ação, mas ele disse que o game está criando um híbrido de algo completamente novo.

LEIA MAIS: 

Kojima diz que Death Stranding é um “jogo de ação/strand (sistema social de strand)”, um projeto que não é exatamente um jogo de stealth (furtividade), nem um game de tiro em terceira pessoa.

Death StrandingHá elementos de ambos os estilos em Death Stranding, com o protagonista Sam Bridges (interpretado pelo ator Norman Reedus, de The Walking Dead) atirando e se escondendo por um mundo em ruínas.

Mas Kojima parece estar mais interessado na parte “strand” de Death Stranding. Ele diz que o game está “incorporando o conceito de conexão (strand)” para criar um “gênero totalmente novo”.

Criação de gênero não é algo novo para o japonês. Com Metal Gear Solid HD Collection, Kojima inventou o termo “transfarring” (mistura de transfer e sharing), pelo qual dados salvos poderiam ser transferidos entre PSP, PS Vita, PS3 e PS4.

Sem falar que a ação tática de espionagem da franquia Metal Gear também pode ser incluída na lista de criação/mistura de gêneros de Kojima.

Saberemos mais sobre mais essa contribuição de Kojima quando Death Stranding for lançado para PS4 no dia 8 de novembro.

Acompanhe o GameSpot Brasil no Facebook, Twitter, YouTube, Instagram e Twitch.

Arquivado em:
PlayStation 4

Tem uma sugestão de notícia? E-mail: sugestoes@gamespot.com.br

3 0
Ver comentários ()
Participe da Conversa