Dragon Ball FighterZ fica de fora de terceiro campeonato em 2 meses e preocupa fãs

Jogo foi retirado de duas competições e passou em branco em outra. Comunidade culpa Toei, dona dos direitos de Dragon Ball.

A comunidade de Dragon Ball FighterZ está preocupada depois do popular game de luta ficar de fora de um terceiro campeonato importante em menos de dois meses.

Após ter sido retirado do DreamHack Atlanta em novembro e de não aparecer entre os jogos escolhidos para a EVO Japan 2019, o jogo da Bandai Namco inspirado na obra de Akira Toriyama teve cancelada a sua participação no Anime Ascension, que acontece entre 15 e 17 de fevereiro na Califórnia (EUA).

LEIA MAIS: Os 10 melhores jogos de Dragon Ball de todos os tempos

O anúncio foi feito no Twitter pela publisher Aksys Games, organizadora do evento:

Por conta de circunstâncias imprevistas, Dragon Ball FighterZ não estará mais no Anime Ascension. Lamentamos a inconveniência e a decepção. Por favor, fique ligado para futuros anúncios”, diz a mensagem.

Mas qual é a razão da preocupação? Além da falta de prestígio por não participar da edição oriental da EVO, maior competição de fighting games do mundo, Dragon Ball FighterZ teve dois cancelamentos quase que seguidos por “imprevistos”.

Isso bastou para os fãs de Dragon Ball acenderem o sinal de alerta para uma possível interferência da Toei, detentora dos direitos dos personagens do anime e conhecida por ser bastante rígida com suas propriedades intelectuais.

LEIA MAIS: Cinco razões para entender como Dragon Ball FighterZ desbancou Street Fighter V na EVO 2018

A Bandai Namco tem acordos para usar a franquia Dragon Ball e seu conteúdo, isso é claro, o que pode levar ao entendimento de que a Toei está de olho no sucesso do game nos eSports.

Jogadores profissionais, como “Yohosie”, também manifestaram seu descontentamento e culparam a empresa pela celeuma. Até o momento, nem Bandai Namco, nem Toei, se pronunciaram sobre o assunto.

DBFZ ser derrubado pela segunda vez pela Toei é uma palhaçada e é tóxico para a comunidade. A comunidade de fighting games não foi construída sobre isso e algo precisa mudar. É o segundo voo que tive de cancelar. Isso está me custando dinheiro e tempo”, disse “Yohosie” no Twitter.

Dragon Ball FighterZ viveu um ótimo 2018 após seu lançamento em janeiro. Além da boa recepção do público e da crítica (o review do GameSpot deu uma nota 9 para o game), a nova pancadaria entre Goku e companhia estava indo bem no cenário competitivo, inclusive superando a audiência de Street Fighter V na EVO 2018.

Acompanhe o GameSpot Brasil no Facebook, Twitter, YouTube, Instagram e Twitch.

Arquivado em:
Anime, eSports, Mangá, PC, PlayStation 4, Switch, Xbox One

Tem uma sugestão de notícia? E-mail: sugestoes@gamespot.com.br

5 0
Ver comentários ()
Participe da Conversa