Miyazaki: “Elden Ring é uma evolução natural de Dark Souls”

Não vai ser apenas mais um Soulsborne.

Elden RingElden Ring, novo jogo da From Software, possui uma parceria de alto nível com George R.R. Martin, autor de As Crônicas de Gelo e Fogo, mas está parecendo ser mais do que só um Soulsborne com um toque do escritor.

LEIA MAIS: 

A transição para mundo aberto e a construção do universo de Martin estão colaborando para o que Hidetaka Miyazaki pensa ser o próximo passo para o gênero que ele criou.

“Com um mundo maior, novos sistemas e novas mecânicas de ação se tornam inevitavelmente necessários. Nesse sentido, acho que Elden Ring é uma evolução natural de Dark Souls”, disse Miyazaki em entrevista à IGN.

Por exemplo, o protagonista de Elden Ring pode viajar a cavalo, e até mesmo lutar montado no animal. Miyazaki disse que isso leva a situações de combates mais variadas, ao invés de restringir os jogadores a combates em espaços confinados.

A adição da travessia a cavalo também significa que os lugares podem ficar mais longes uns dos outros, incluindo vilas. Mas diferente de muitos RPGs, essas vilas não serão locais seguros, cheios de NPCs e vendedores sorridentes.

Elden Ring“As vilas serão as ruínas sombrias parecidas com masmorras as quais você pode esperar da gente. Criar um jogo mais aberto é um grande desafio para nós. Se tivéssemos que adicionar cidades em cima disso, seria demais, então decidimos criar um game no estilo mundo aberto focado naquilo que somos melhores”, disse Miyazaki.

Miyazaki também disse que a divisão de trabalho com Martin resultou em um processo interessante para o desenvolvimento de lore. Seu personagem é criado, então o protagonista não possui uma identidade fixa.

O trabalho de Martin tem sido voltado para construir a fundação com a lore e a história do mundo, enquanto Miyazaki e sua equipe desenvolvem os eventos que acontecem no game. Ambos trabalharam de maneira independente, mas seus trabalhos poderia ter impactos um no outro.

“O storytelling em videogames – pelo menos na maneira com a qual fazemos na From Software – vem com muitas restrições para o roteirista. Não achei que seria uma boa ideia fazer Martin escrever com essas restrições.

Ao fazê-lo escrever sobre um tempo onde o jogador não está diretamente envolvido, ele é livre para liberar sua criatividade do jeito que gosta. Indo além, enquanto From Software, nós não quisemos criar uma experiência mais linear para Elden Ring. E ambos esses problemas foram resolvidos ao fazer Martin escreve sobre a história do mundo”, finalizou Miyazaki.

Acompanhe o GameSpot Brasil no Facebook, Twitter, YouTube, Instagram e Twitch.

Arquivado em:
PC, PlayStation 4, Xbox One

Tem uma sugestão de notícia? E-mail: sugestoes@gamespot.com.br

5 0
Ver comentários ()
Participe da Conversa