James Gunn é demitido de Guardiões da Galáxia Vol. 3 por tweets sobre pedofilia e estupro

Disney anunciou saída do cineasta durante a Comic-Con.

O diretor James Gunn foi demitido do comando do filme Guardiões da Galáxia Vol. 3 após comentários antigos sobre pedofilia e estupro terem ressurgido na internet. O desligamento do cineasta foi anunciado pela Disney nesta sexta-feira (21) durante a San Diego Comic-Con (SDCC).

Segundo a emissora Fox News, vários tweets de 2008 a 2011 de Gunn foram escavados por usuários da rede social após o cineasta fazer comentários públicos contra o presidente norte-americano Donald Trump.

Em comunicado obtido pelo site da revista VarietyAlan Horn, presidente da Disney, diz que “as atitudes e declarações ofensivas descobertas no perfil do Twitter de James são indefensáveis e inconsistentes com os valores do nosso estúdio, e nós cortamos as nossas relações profissionais com ele”.

Nos comentários, Gunn diz coisas como:

A melhor coisa de ser estuprado é que quando você termina de ser estuprado, você pensa ‘uau, como é ótimo não ser estuprado!”

E também:

Gosto quando garotinhos encostam no meu lugarzinho”.

A carreira de Gunn foi marcada por filmes irreverentes, de humor negro e baixo orçamento. Leia mais.

Antes de ser demitido, James Gunn já havia feito um pedido de desculpas no Twitter:

Muitos que acompanham minha carreira sabem que, quando comecei, eu me enxergava como um provocador que fazia filmes e contava piadas que eram ultrajantes e tabu. Eu já discuti isso publicamente várias vezes, eu me desenvolvi como pessoa, assim como meu trabalho e humor”.

Não quero dizer que sou melhor, mas sou muito, muito diferente do que há alguns anos. Hoje tento basear meu trabalho em amor e conexões e menos em raiva. Meus dias de dizer algo apenas porque é chocante e digno de uma reação acabaram”.

No passado, eu pedi perdão pelo meu humor que possa ter magoado pessoas. Eu realmente lamentei e mantenho cada palavra das minhas desculpas. Que fique registrado que, quando fiz essas piadas chocantes, foi da boca pra fora. Eu sei que é uma declaração esquisita de se fazer, e parece óbvio, mas ainda assim, aqui estou eu, fazendo-a”.

De qualquer forma, essa é a verdade verdadeira: eu fazia piadas ofensivas. Não faço mais. Não culpo meu eu do passado por isso, mas eu gosto mais de mim e me sinto um ser humano e criativo melhor hoje. Amo todos vocês”.

James Gunn estava escrevendo o roteiro do terceiro filme dos Guardiões da Galáxia, super-heróis da Marvel oriundos dos quadrinhos. O filme tem previsão de estreia para 2020.

Acompanhe o GameSpot Brasil no Facebook, Twitter, YouTube, Instagram e Twitch.

Arquivado em:
Cinema, Entretenimento

Tem uma sugestão de notícia? E-mail: sugestoes@gamespot.com.br

2 0
Ver comentários ()
Participe da Conversa