Ragnarök M: Eternal Love, o Ragnarök de celular, chega ao Brasil em janeiro de 2019

MMORPG que foi febre nos anos 2000 volta com visual renovado e jogabilidade clássica.

De São Paulo (SP) – O GameSpot Brasil viajou a convite da Gravity Interactive

Em outubro de 2004, chegava ao Brasil o MMORPG Ragnarök Online. Começava ali uma das maiores histórias de sucesso de um jogo online no país, história essa que ganha um novo capítulo em janeiro 2019 com o lançamento da versão do game para celulares, batizada de Ragnarök M: Eternal Love.

O pré-registro para download começou nesta quinta-feira (29). O jogo estará disponível para dispositivos Android e iOS, mas também será possível jogar nos PCs por meio dos emuladores MuMu e Nox Player, autorizados pela Gravity Interactive, empresa sul-coreana responsável por Ragnarök. O jogo será gratuito, mas contará com o modelo de microtransações para compra de itens

Quem cuida da distribuição do jogo no Brasil, mais uma vez, é a Level Up Games. Outra notícia é que a versão clássica do jogo para computadores continuará sendo atualizada no país, inclusive com mais correções de bugs.

“O Brasil sempre foi um dos países mais fortes de Ragnarök e já é o país com o maior número de pré-registros para Eternal Love”, disse o CEO da Gravity, Yoshinori Kitamura, durante evento em São Paulo nesta quinta-feira (27).

O jogo será 100% localizado em português e estaremos muito presentes aqui para dar suporte, antes e após o lançamento, e ouvir todo o feedback da comunidade”, completou.

“Quando a Level Up veio para o Brasil e eu comecei a testar o jogo, não almoçava mais. Teve gente que começou a jogar Ragnarök aos 15 anos aqui e hoje, aos 30, continua jogando”, disse Julio Vieitez, CEO da Level Up Games no Brasil.

Um dos pontos fortes de Ragnarök é que ele é um MMORPG e um jogo com um senso de comunidade muito forte, e essa versão mobile terá tudo isso”, afirmou Vieitez.

O executivo brasileiro também revelou que, mesmo 14 anos após da chegada do Ragnarök original ao Brasil, o jogo ainda conta com uma comunidade de mais de 100 mil jogadores ativos.

Nostalgia e novidade

Apesar do visual modernizado, com cenários e personagens totalmente em 3D, M: Eternal Love também carrega a promessa de ser um prato cheio para os fãs mais nostálgicos, com todos os elementos da jogabilidade clássica de Ragnarök.

Tudo que ajudou o MMORPG a ser um sucesso está de volta: a evolução de personagens com livre distribuição de atributos, a divisão dos sistema de equipamentos em categorias, os monstros presentes em várias raças, formas e níveis, um sistema de classes com diversas opções, que vão sendo desabilitadas conforme o jogador sobe de nível, e, é claro, a chance de formar times para enfrentar os inimigos mais poderosos. O jogo também terá mais de 40 mapas e cidades clássicas do mundo de Midgard.

Ragnarök M: Eternal Love também terá o amplo mundo aberto de Rune Midgard e uma narrativa não-linear, com cada NPC tendo uma história única.

Lançado no sudeste asiático em 31 outubro de 2018, o jogo rapidamente se tornou um sucesso na região. Segundo o site da Nasdaq, em um dia de lançamento, Eternal Love foi baixado quase 1,3 milhão de vezes na App Store, loja de aplicativos da Apple.

No Brasil, a relação de amor é marcada pela longevidade. Em outubro de 2014, quando a versão clássica de Ragnarök completou 10 anos no país, o jogo ainda contava com 40 mil novas contas criadas por semana. O sucesso do jogo por aqui foi tanto que a própria Gravity lançou, em 2011, a cidade de Brasilis.

A expectativa da Level Up com Ragnarök M: Eternal Love é que antiga comunidade de fãs retorne em peso na versão mobile. E também que uma nova geração de jogadores, que em grande parte já joga nos celulares, mergulhe no universo de Ragnarök.

Acompanhe o GameSpot Brasil no Facebook, Twitter, YouTube, Instagram e Twitch.

Arquivado em:
Android, iOS, PC

Tem uma sugestão de notícia? E-mail: sugestoes@gamespot.com.br

6 0
Ver comentários ()
Participe da Conversa