REVIEW

FIFA 20 review – Nos acréscimos

  • Data de Lançamento: 27/09/2019
  • Data do Review: 2 de outubro, 2019
  • PC, PlayStation 4, Switch, Xbox One

Parou no G-4.

por Pedro Scapin | @PedroScapin17 em 2 de outubro, 2019

A vida é formada por vários ciclos, seja algo maior, como os momentos que habitam entre o nascimento e a morte, ou coisas não tão grandiosas, mas ainda importantes, como o lançamento anual de uma nova versão de FIFA.

E FIFA 20 tem uma ingrata missão dentro dessa franquia tão tradicional: evoluir o jogo como um todo no momento em que nos aproximamos de uma troca de geração de consoles e hardwares.

Ainda que o resultado final não seja algo que faça um estádio inteiro aplaudir de pé, FIFA 20 tem sim seus méritos na forma com a qual faz atualizações – pequenas, é verdade – em aspectos importantes da simulação do futebol, como na maior variedade e verosimilhança dos domínios e na renovação da física da própria bola.

FIFA 20

No entanto, a maior novidade de FIFA 20 está fora dos gramados, mas ainda tem bola rolando. O modo Volta Football, uma espécie de sucessor espiritual do saudoso FIFA Street, finalmente atende aos clamores da comunidades que há muito vinha pedindo por uma nova edição do game de futebol de rua, mas falha em entregar um produto de qualidade similar ou que consiga manter o interesse do jogador por muito tempo.

Saindo dos vestiários e entrando em campo, FIFA 20 traz poucas, mas bem-vindas mudanças e evoluções em relação aos jogos anteriores – principalmente quando falamos de FIFA 19. Os jogadores possuem um arsenal maior de animações de domínio de bola, por exemplo atacando a pelota que chega quicando e a “abraçando” com o peito ou dando um salto digno de um filme de kung-fu para controlar a redonda com o bico da chuteira.

Outra mudança bem perceptível em FIFA 20 está nas bolas paradas, que receberam uma renovação completa em suas mecânicas. Nos dois últimos anos, faltas e pênaltis eram mais ônus do que bônus. Dessa vez, o sistema é bem mais intuitivo e simplificado, com um alvo móvel controlado pelo jogador, que pode definir também a maneira que o atleta bate na bola, variando desde a tradicional “rosca”, com o lado interno do pé, até as mais venenosas, no estilo Juninho Pernambucano ou Cristiano Ronaldo.

FIFA 20

Todas essas novidades também fazem parte do Volta Football. E falando nele – e como um dos membros da comunidade que vinham pedindo há muito tempo por um novo FIFA Street – é com pesar que transmito minha decepção com o novo modo de FIFA 20.

Volta não reproduz os momentos mais divertidos e mágicos de FIFA Street. Aqui não é tão simples deixar os marcadores no chão com canetas e lambretas (como esses dribles são chamados aqui no Rio de Janeiro). O foco é outro, na cultura do futebol de rua, e perde tempo demais em comemorações e roupas.

O Volta é subdividido em três modos principais: Story, Tour e League. Os dois primeiros são pouco interessantes e compostos apenas por confrontos contra o computador. Mas no terceiro é onde o bicho pega. Nos mesmos moldes do Temporadas, o objetivo é ganhar partidas online e subir até a primeira divisão.

FIFA 20 Modo Carreira

O Modo Carreira recebeu uma atenção especial da EA Sports no FIFA 20. Interações entre manager e jogadores, por exemplo, não acontecem mais através de frios e-mails, e sim em conversas reais onde você pode, inclusive, escolher as respostas que desejar.

Um sistema de moral também foi adicionado ao Modo Carreira. Ele é capaz de afetar diretamente na performance dos seus jogadores, mas se torna bastante repetitivo e previsível conforme as temporadas passam.

A principal novidade no Modo Carreira é o potencial dinâmico dos jogadores. Esse sistema faz com que o mesmo atleta possa ter um nível máximo diferente dependendo de como você, enquanto manager, lida com ele.

Já o Ultimate Team está mais forte do que nunca. Todas as boas features que já existiam até o FIFA 19 estão mantidas no 20, e elas ganharam a companhia de algumas novidades bem interessantes para o modo, como uma espécie de “Passe de Batalha de Fortnite”.

FIFA 20

Aqui os jogadores têm acesso a objetivos diários e semanais, e a alguns que podem durar boa parte da vida útil de FIFA 20, como obter 300 vitórias no FUT Champions por exemplo. E a conclusão de cada um desses desafios gera recompensas que variam entre pontos de experiência para o progresso da temporada e prêmios mais diretos, como pacotes e uniformes.

Nos acréscimos da atual geração de consoles, FIFA 20, apesar das bolas fora do modo Volta, consegue fazer pequenos, mas importantes, evoluções de gameplay e features para renovar o interesse de sua base de jogadores. A revolução fica para a próxima temporada.

Acompanhe o GameSpot Brasil no Facebook, Twitter, YouTube, Instagram e Twitch.

2 0
Ver comentários ()

FIFA 20 / PC, PlayStation 4, Switch, Xbox One

Pontos Positivos
"Passe de Batalha" do Ultimate Team
Pequenas, mas importantes novidades de gameplay
Pontos Negativos
Modo Volta falha em recriar o feeling de FIFA Street
8
Bom

Sobre o Autor

Pedro Scapin | @PedroScapin17

Desde sempre com um controle de videogame nas mãos, fã de Bloodborne, viciado em FPS e jogos de esporte, e órfão de sua fita de Pokémon Crystal.

Twitter e Instagram: @PedroScapin17

Participe da Conversa

FIFA 20

  • Data de Lançamento: 27 de Setembro, 2019
    • PC
    • PlayStation 4
    • Switch
    • Xbox One
    Desenvolvedora:
    Electronic Arts
    Publisher:
    Electronic Arts
    Gênero(s):
    Esportes
    Pendente